quarta-feira, 4 de agosto de 2010

O que tem levado tantas pessoas vestir-se de uma roupagem alheia?

Necessidade de aprovação


Antes de enfrentar o gigante, Davi teve que provar para Saul que era capaz. Na ânsia por ser aceito tanto no campo pessoal como ministerial muitos tem deixado de lado o que realmente são; por medo das críticas estão ocultando-se atrás de uma armadura que não é sua, afinal de contas para quem tem tanto desejo de ser aceito pelos outros, usar o exemplo de quem já deu certo é muito mais fácil, o grande problema é que concentrando tantos esforços na busca por parecer-se com alguém para agradar a crítica, muitos tem se esquecido de ser agradáveis a Deus, de saber o que Ele pensa a seu respeito e a respeito do seu ministério.

O apostolo Paulo escrevendo aos Gálatas deixa-nos uma importante lição, saído em (cf texto Procuro eu agora ser agradável ao homem ou a Deus), ainda que vestir-se de Saul traga aprovação dos homens, você nunca terá aprovação de Deus tentado ser algum que você não é! Isso não é sincero nem para Deus, nem para os homens e nem para você mesmo. O pior de tudo é que muitas vezes estão se vestindo de alguém que o próprio Deus reprovou! Não se esqueça que se Davi fosse com a armadura de Saul para o campo, estaria indo com a armadura de um homem que foi reprovado por Deus. Cuidado!!!


O Sistema – Lideranças


Sem visão de Deus muitos líderes tem tentado vestir seus liderados com sua própria armadura, lhes privando o direito de serem o que são (não estou falando acerca de falhas e defeitos que precisam ser corrigidas pelo líder, nem estou incentivando a permanecer da forma como estão, pois vida Cristã é de progressivo aperfeiçoamento é para tal Deus usa o ministério – cf. Ef 4.11-16 minha ênfase como manifesta no inicio é sobre a atuação no ministério) tentando fazer com que os liderados sejam como ele tal líder priva a igreja da diversidade tão fundamental para o crescimento, desenvolvimento, aperfeiçoamento da igreja... Em I Cor. 3 Paulo enfatiza a obra de cada um na igreja dizendo: um planta e o outro rega... Imagine se todos plantassem? Quem regaria? Ou se todos regassem? Regar o que? Se não houve quem plantasse? Certamente a obra sofreria danos e percas irreparável. A própria igreja de Corinto foi beneficiada através da diversidade de ministérios, obreiros com características bem diferentes como Paulo, Apolo, Timóteo, etc.

Nunca me esqueço das palavras ministradas pelo pastor que mais ajudou-me no inicio da minha conversão, ele costuma pregar na igreja que cada um é usado de uma maneira uns abrem a ferida outros aplicam o balsamo, uns dão o lenço pra chorar outros fazem cessar o choro e assim vai, o importante é que precisamos entender que todos são necessário para o crescimento ordenado e equilibrado da igreja, afinal a comida balançada é a que faz bem! Muitos líderes precisam entender que Davi precisa ser Davi, não dá pra vesti-lo do esboço de Saul, deixe Davi ser Davi, sem armadura alheia vestindo-se da sinceridade. Deus vai usá-lo tremendamente.

Conclusão


Ser você mesmo da certo!!! Se hoje nos maravilhamos pela fascinante vitória de um pastor de ovelhas que venceu um guerreiro gigante com apenas uma funda e cinco pedrinhas, vestindo o que não era nada tradicional para guerra, não tendo treinamento militar nem porte de guerreiro. Se hoje encontramos nessa história fortalecimento na fé para vencer os gigantes da vida. Se ficamos convictamente certos de que Deus escolheu as coisas fracas para confundir as fortes é porque um dia Davi ousou ser Davi.

Ev. Thiago Barbosa.

Acesse: http://evthiagobarbosa.blogspot.com

Nenhum comentário:

Você está preparado?

Loading...

Clipe: Eyshila Até Tocar o Céu

Loading...